Nova etapa de vida

Minha licença-prêmio está acabando. Os últimos três meses voaram, porém, foram vitais para minha vida.

O bom do artesanato é que enquanto estamos mantendo a mente criativa e as mãos trabalhando, a cabeça começa a funcionar melhor e este tem sido o tempo de um profundo recolhimento e de muito pensar no caminho percorrido, mas fundamentalmente de traçar novos rumos, novos desafios.

Dediquei-me durante a maior parte do meu magistério ao ensino de surdos. Agradeço a Deus por tudo que me permitiu fazer pela causa destas pessoas. Não fiz melhor por desconhecimento, porque é difícil mesmo ou por me faltar forças. Foram tempos de muitas batalhas, de afirmação, saí ferida, acho que machuquei também. É a vida…

PIC00496Estou assim como Léo.

No próximo ano, em abril, já posso pedir minha aposentadoria. Parece forte a palavra, mas para mim tem o gosto de esperança, de um vento fresco soprando, do novo e o principal: liberdade!

Tenho sonhos para concretizar. É muito bom ser senhora do meu tempo. Cuidar da minha filha mais de perto, da minha casa fazer minhas pesquisas na internet, criar minhas coisas e aprender sempre.

Durante este tempo tenho feito terapia. Costumo falar para Dra. Silvia, que ela me calibra, me põe no ponto certo para resolver meus nós. Minha principal incentivadora para continuar buscando meu caminho pela arte, não é para menos ela foi discípula da doutora Nise da Silveira.

Volto na próxima semana na certeza do que quero e que a hora é de mudar, não parar: mudar.

O que vou fazer? Que rumo tomar? Ainda não sei ao certo, entretanto, ando construindo meu par de asas….

"A arte é liberdade, canal de transformação do ser humano"

Anúncios

Muito trabalho

Boca abertaAs noções que ando adquirindo no artesanato tem me ajudado muito no meu trabalho. Estou inventando moda!
Dia 19 de setembro apresentamos "Maricota sem dona" da obra de Maria Mazzetti, fiz a adptação para o teatro em comemoração aos 150 anos do Instituto Nacional de Educação de Surdos. Aí estão algumas fotos dos ensaios. O cenário foi inspirado nas ilustrações dos livros de Maria Mazzetti. Que por sinal foi uma das pioneiras do Teatro de bonecos no Rio de Janeiro, sendo uma das diretoras do Tetro Gibi, Ela já é falecida mas deixou rastros de seu trabalho que vale a pena resgatar!
CoraçãoComo ando as voltas com papel machê, agora estou as voltas com uma criação minha para Teatro de Bonecos "A tristeza do Saci", uma delícia! São vários personagens numa temática bem ecológica. Quando tiver tudo pronto vou mostrar por aqui.
Um abraço!
Total de visitas à página: 5005      

Ufa!

 Estou super atarefada! Assim que puder estarei de volta com novos locais.
 Espero que esteja gostando dos links. Espero que você tenha ótimas inspirações! 
 Rachel
 
 Deixe-me um recadinho!